publicidade

o-que-sao-corpos-sutis

Para começar, vamos falar do que se trata a energia sutil. Para a Física, a energia é a competência que um corpo, substância ou um sistema físico possui de realizar trabalhos. A energia sutil não se refere a corpos físicos, mas a corpos sutis. E o que seriam eles? Todo o aspecto abstrato da existência, aquilo que não podemos ver, ouvir ou tocar, mas conseguimos sentir. Está presente em nós seres vivos e faz parte de nossa consciência. Existem diferentes linhas que classificam os corpos sutis de acordo com seu campo de atuação como vital, emocional, mental, causal etc.

Essas energias influenciam os ambientes, as pessoas, as relações entre as pessoas, afetam os resultados das empresas e a forma como as empresas se relacionam no mercado em que atuam e com os seus clientes.

Todos nós temos um “corpo sutil”, que é formado pelas energias sutis que carregamos e geramos através de nossos pensamentos e sentimentos.

As empresas por sua vez, sendo elas formadas por indivíduos, que são todos aqueles que fazem parte do “corpo empresarial”, também tem seu corpo sutil.

O corpo sutil empresarial é formado pela soma das energias sutis de todos os que compõem o corpo empresarial, isto é, o corpo sutil de cada indivíduo que fazem parte da empresa.

Quando falamos da união das energias sutis de um grupo de pessoas, denominamos essa formação energética de “egrégora”. As energias resultantes dessa egrégora podem influenciar no padrão de comportamento de pessoas e situações no local onde esse grupo interage.

E é esse tipo de situação que ocorre nas empresas: As empresas formam sua egrégora, os funcionários alimentam seus corpos sutis dessa energia e acabam também retroalimentando com suas energias o corpo sutil da empresa.

Por exemplo: imaginemos uma empresa fictícia. Essa empresa tem um setor com 10 funcionários. O chefe desse setor é extremamente exigente e não reconhece o esforço dos funcionários em atingir as metas mensais estabelecidas pela empresa. Como resultado das atitudes do chefe, os funcionários desse setor começam a ficar desmotivados e reclamam frequentemente das coisas que acontecem na empresa. Logo, isso gera uma energia densa, que faz com que a produtividade desse setor caia ainda mais. A tendência é a empresa ver isso como falta de interesse dos funcionários, gerando maior pressão sob eles e prejudicando ainda mais o quadro. No final do mês temos como resultado funcionários cada vez mais desmotivados, com propensão ao adoecimento e consequentemente afastamentos, trazendo ainda mais prejuízos para o resultado do setor e consequentemente da empresa.

Da mesma forma que as Terapias Holísticas, Quânticas, Vibracionais e Energéticas atuam de forma eficaz nos corpos sutis dos seres humanos, proporcionando assim a Saúde Energética, nós terapeutas da UniQuanti Consciência e Saúde, desenvolvemos produtos Terapêuticos Empresariais onde através da avaliação energética, limpeza e energização, podemos melhorar os processos internos das empresas, liberando a questão energética central, e assim fazendo com que um novo fluxo energético faça com que tudo volte a fluir e a gerar maior produtividade, gerando assim o resultado desejado pela empresa.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Reproduzir vídeo
× Como posso te ajudar?