publicidade

meditacao-guiada-iniciantes-1200x675-1

Em uma pesquisa realizada no ano de 2018, pesquisadores descobriram alterações entre os cérebros de quem não medita, quem é iniciante e os praticantes há mais tempo. Foi demonstrado que a meditação plena altera as áreas do cérebro, melhorando o bem-estar emocional e físico.

Pesquisadores do Centro de Mentes Saudáveis, da Universidade de Wisconsin-Madison, descobriram que tanto as pessoas com mais prática como também os que iniciaram recentemente na meditação possuíam atividade reduzida nas amígdalas – área do cérebro que responde a emoções – ao visualizarem imagens negativas e positivas. Isso acontece, primordialmente, porque a meditação, diminui a extensão em que os estímulos emocionais “sequestram” a nossa atenção. ⠀

De acordo com o portal Neuroscience News, a prática da meditação tem o potencial de afetar o processamento auto-referencial, melhorando a percepção do momento presente. ⠀



Estudos realizados com voluntários comprovaram mudanças na estrutura cerebral dos participantes, os quais se mostravam menos estressados e com mais controle sobre as emoções. 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Reproduzir vídeo
× Como posso te ajudar?