publicidade

WhatsApp Image 2022-05-02 at 16.14.30 (1)

Biohacking é a otimização do desempenho, saúde e bem-estar, utilizando ciência, tecnologia e uma profunda compreensão da fisiologia e nutrição humana. Biohacking também é uma arte em si, cuja “escultura” é o indivíduo.

A força motriz por trás deste livro é uma abordagem holística da saúde e do bem-estar. A saúde humana não pode ser abordada de forma reducionista se o bem-estar for o objetivo de longo prazo. O segredo para uma vida melhor, portanto, não pode ser encontrado em um frasco de comprimidos, dieta da moda ou regime de exercícios da moda.

O oposto do reducionismo é o holismo. Durante muito tempo, assumiu-se que resolver o quebra-cabeça da genética humana daria respostas a todas as questões relativas à saúde e ao bem-estar. Em vez disso, só recentemente começamos a entender o quão cruciais fatores ambientais complexos (ou seja, epigenética) são neste cenário. Ao estudar genes individuais, temos evidências de que sua função é de fato controlada pelo impacto que o ambiente tem sobre eles.

Muitos indivíduos modernos possuem todo tipo de conhecimento sobre saúde, mas poucos aplicaram seu aprendizado na prática. Os estudos científicos muitas vezes tentam identificar o único fator que determina o resultado esperado. Mesmo assim, as teorias estudadas e as recomendações de especialistas recebidas permanecem apenas suposições informadas até que o leitor teste quais são os efeitos sobre si mesmos como indivíduos. Assim, uma teoria pode levar a uma experiência pessoal que tem um significado prático real.

Não existe bala de prata para o  melhor bem-estar. Em termos de desenvolvimento de saúde e bem-estar, a mudança holística desejada só pode ser alcançada através da implementação de vários métodos simultaneamente. 

O efeito composto indica que 1+1=3. Em outras palavras, o bem-estar holístico não é o resultado de um único alimento, suplemento alimentar ou medicamento. A melhoria mais significativa no bem-estar de uma pessoa pode ser alcançada como resultado da interação entre vários métodos. Este conceito do todo sendo mais do que a soma de suas partes

chama-se emergência. Por exemplo, em vez de buscar pílulas para dormir, pode-se optar por otimizar sua nutrição, regime de exercícios e outros fatores ambientai

A armadilha do holismo está no que é chamado de navalha de Occam – para fins de implementação prática, as teorias devem ser o mais simples possível com um número reduzido de fatores explicativos. De acordo com o princípio da navalha de Occam, dentre as teorias concorrentes, a mais simples deve ser selecionada.

Outro problema com o holismo é que é difícil navegar no terreno de relações causais complexas envolvendo vários fatores de maneira indiscutível. Essa exploração interminável do eu pode, de fato, ser pensada como a fronteira final ou o origem que pode nunca ser totalmente capturado, apesar dos esforços.

O assunto deste livro – saúde e bem-estar – apresenta um paradoxo. Devido à limitada capacidade humana de compreensão, talvez nunca saibamos o segredo do bem-estar holístico ou da vida eterna. No entanto, com palpites calculados, experimentação abrangente e pura sorte, podemos alcançar resultados excepcionalmente bons.

No centro do biohacking está o conceito de que aumentar a saúde é mais barato e mais lucrativo do que tratar a doença. Isso também é conhecido como cuidados de saúde preventivos. Esta abordagem explora o conhecimento de cientistas e teóricos, bem como implementadores práticos. O objetivo é identificar sistematicamente o que traz os melhores resultados para você como indivíduo.

De fato, o biohacking coloca o indivíduo no foco das ciências da saúde e do bem-estar.

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Reproduzir vídeo
× Como posso te ajudar?